“Se eu tivesse feito a novela, ela estaria viva”, diz Frota sobre Daniella Perez

 “Se eu tivesse feito a novela, ela estaria viva”, diz Frota sobre Daniella Perez

Divulgação

Em um dos episódios da série documental ‘Pacto Brutal’, que aborda o assassinato de Daniella Perez, foi revelado que o papel vivido por Guilherme de Pádua, na novela ‘De Corpo e Alma’ de Glória Perez, teria sido escrito para Alexandre Frota. No entanto, o ator não pode participar da produção.

 

O papel então foi interpretado por Guilherme, assassino de Daniella, protagonista da trama escrita pela mãe. Em entrevista à jornalista Fernanda Talarico, do Splash UOL, Alexandre Frota, que hoje é deputado federal, disse que a atriz estaria viva se ele tivesse feito o papel entregue a Guilherme.

 

“Sempre falo para as pessoas: se eu tivesse feito a novela, a história teria sido diferente. Daniella estaria viva e nada disso teria acontecido. Infelizmente, vários fatos ocorreram e o Guilherme acabou fazendo esse personagem e cometendo esse crime brutal, esse assassinato que até hoje não dá para aceitar”, lamentou.

 

Frota disse que não pode viver o personagem em ‘De Corpo e Alma’ porque já estava trabalhando em ‘Perigosas Peruas’, novela das sete que era dirigida por Carlos Lombardi naquela época. “Fazia muito sucesso e meu personagem também estava ficando bastante famoso”, recordou ele, dizendo que foi barrado pelo diretor de atuar na trama de Glória Perez. (fonte: observatoriodosfamosos.uol.com.br)

 

Da Redação