Sexo e racismo: falas de Silvio Santos já causaram constrangimento no SBT

 Sexo e racismo: falas de Silvio Santos já causaram constrangimento no SBT

Reprodução/Instagram

Silvio Santos e o SBT foram condenados pela justiça de São Paulo a indenizar em R$ 50 mil a família de uma menina que participou de um quadro de calouros mirins em seu programa em 2016. Na época, ao premiar a garota, o apresentador perguntou se ela achava melhor sexo, dinheiro ou poder.

No processo, a mãe da menina afirma que o episódio foi um “vexame”, mas o apresentador e a emissora ainda podem recorrer. Esta não foi a primeira vez que um comentário de Silvio em seu programa causou constrangimento e até foi parar na Justiça.

Rachel Sheherazade

A jornalista venceu ação em primeira instância contra o SBT no início deste ano, pedindo indenização por danos morais após um comentário de Silvio durante o “Troféu Imprensa” de 2017.

“Você começou a fazer comentários políticos no SBT e pedi para você não fazer mais porque não pode fazer porque você foi contratada para ler notícias e não foi contratada para dar a sua opinião. Chamei para você continuar com a sua beleza, e com a sua voz, para ler as notícias no teleprompter”, disse o apresentador, na época.

Na sentença à qual Splash teve acesso, o juiz considerou a fala de Silvio misógina e de “claro constrangimento”, “rebaixando-a pelo fato de ser mulher, a qual, segundo expressou, deveria servir como simples objeto falante de decoração”.

Fala racista

Em 2016, ao conversar com uma menina negra no palco do “Programa Silvio Santos”, o apresentador perguntou se o cabelo estilo black power da garota era uma peruca e o chamou de exagerado.

Silvio perguntou se ela achava que estava bem com o cabelo crespo e, em seguida, continuou insistindo nas perguntas e afirmou, por sua vez, que o cabelo da criança “estava chamando atenção demais”.

Nas redes sociais, os comentários do comunicador foram vistos como preconceituosos e racistas.

Patricia Abravanel

Até a própria filha de Silvio já se incomodou com alguns comentários do apresentador durante o programa. Em 2018, Patricia deixou o palco durante um quadro em que Silvio imaginou uma orgia em que ele e Patricia participassem.

“Carlinhos Aguiar, sabe o que é orgia? Todo mundo bêbado: Helen [Ganzarolli] bêbada, Mara [Maravilha] bêbada, Patrícia bêbada…”, dizia, ao que a filha, chocada, gritou: “Não me põe nesse rolo, não”.

Semanas depois, Patricia desabafou no programa sobre não gostar de ver o pai falando sobre esses assuntos.

“Acho que você construiu uma trajetória tão linda de vida, já fez tanta coisa, que hoje não precisa ficar apelando pro sexo, falando baixaria. Não precisa ficar chulo, falando de sexo, pesadão. Você pode ser divertido, com duplo sentido para todo mundo sentar na frente da televisão e poder assistir ao Silvio Santos”, pediu. (com www.uol.com.br)

Da Redação