Simaria anuncia separação após 14 anos de união

 Simaria anuncia separação após 14 anos de união

Reprodução/Instagram

Nesta segunda-feira, 16 de agosto, Simaria Mendes usou a sua conta no Instagram para anunciar que ela e Vicente Escrig não estão mais juntos. A cantora compartilhou uma foto em que aparece ao lado do espanhol e contou que apesar de tudo está bem com a situação.

“Meus amores. Antes que a notícia vaze, eu mesma vou falar para vocês! Comunico a todos que o meu relacionamento com Vicente chegou ao fim, após 14 anos. Foi uma decisão pensada, com muita clareza. Tivemos momentos lindos juntos, dois filhos maravilhosos, que são as nossas maiores riquezas. Peço a Deus que o Vicente seja muito feliz, pois ele merece. Quero agradecer desde já o apoio de todos. Pretendo, a partir de agora, ser ainda mais feliz, mesmo sem o homem que amei muito um dia.

Aproveito para tranquilizar os meus fãs e dizer que estou bem. Toda mudança que acontece para melhor será sempre bem vinda! Vamos continuar escrevendo as nossas vidas, com lindas histórias, independente de estarmos juntos, ou não”, escreveu ela.

Simaria e Vicente são pais de Giovanna, de nove anos, e de Pawel, de cinco.

Recentemente, Ana Hickmann compartilhou em seu canal no Youtube um vídeo em que bate um papo com Simaria. A cantora, que faz dupla com a irmã Simone, relembrou o momento que foi diagnosticada com tuberculose ganglionar, doença que a afastou dos palcos por alguns meses.

“Eu sempre achei que ia voltar para cantar. Mas sempre achei que voltaria impondo meus limites. Sempre quis agradar todo mundo, era só ‘sim’, ‘sim’, ‘sim’, ‘sim’, uma loucura. Vinte e cinco, trinta shows. Mesmo quando eu não concordava, tinha que fazer, porque já estava no mundo e não tinha como voltar para trás. Muitas vezes tive que cumprir com coisas que não estava de acordo”, contou ela.

A artista ainda contou que quando procurou o médico já estava em um estado grave da doença.

“As pessoas não sabem. Pensam que é só subir no palco, cantar, estar linda e perfeita, e não é. A gente sofre muito na estrada. Não é a toa que peguei as duas tuberculoses ganglionares. Ficava cansada, achava que o cansaço extremo que sentia era por conta da noite de sono perdida. Eu estava com tuberculose, desidratada, desnutrida”.

Simaria ainda relembrou a última apresentação antes de sair de licença para se tratar.

“Fiz o último show em Londrina. Eram quarenta mil pagantes em uma terça-feira. O contratante estava doido. Eu gosto muito dele, e disse: ‘Estou indo em respeito a você, porque não tenho condições’. Achei que não conseguiria finalizar aquele show. Eu cantava, subia – e o palco ainda tinha algumas escadas – botava sal na boca para a pressão não despencar. Voltava para o palco cantando e sorrindo, e ninguém percebeu nada. Fiquei pensando em Deus o tempo todo. Eu não tive opção. Ou eu parava ou ia morrer”, disse.

Da Redação