Sonho de ter Sheilla no Osasco está perto do fim

 Sonho de ter Sheilla no Osasco está perto do fim

Divulgação

A vontade do treinador Luizomar de Moura e da torcida de ver novamente a oposta Sheilla vestindo a camisa do Vôlei Osasco pode não acontecer. O Blog do Voloch apurou que a jogadora recebeu um convite para trabalhar na comissão técnica do Minas, em um cargo que ainda será definido.
Na semana passada o próprio Bruno Voloch divulgou que a bicampeã olímpica tinha entrado na pauta do Osasco para substituir Tandara, que pode ser suspensa após ser pega no exame antidoping, e que o nome teria agradado a comissão técnica.
A esperança da equipe osasquense é que a decisão final, de escolher para onde ir, será da própria jogadora. Caso ela aceite o convite do Minas o time osasquense terá que pensar em um plano B. Sheilla defendeu o Vôlei Osasco entre 2012 e 2014 e no período, entre outros títulos, conquistou o Mundial de Clubes.
Osasco corre contra o tempo, no próximo dia 31 a equipe estreia no Campeonato Paulista onde defenderá o título de 2020. Caso não chegue a nova oposta e Tandara seja realmente suspensa, a vaga na saída de rede deve ficar com Tifanny, uma das novas contratadas para a temporada 2021/22.

Da Redação