“Todo esse tempo sendo abusado e só agora reclamou, deveria estar gostando”

 “Todo esse tempo sendo abusado e só agora reclamou, deveria estar gostando”

Foto: Ricardo Migliorini

A vereadora Ana Paula Rossi (PL) usou a tribuna da Câmara Municipal de Osasco, nesta terça-feira, 22, durante sessão ordinária, para reforçar a necessidade de implantação no município de uma delegacia especializada de proteção à criança e ao adolescente.

A primeira solicitação foi feita pela parlamentar em 2009, em seu primeiro mandato, quando começou a se engajar na luta contra a pedofilia. Para demonstrar o despreparo no atendimento às vítimas, Ana Paula relembrou um episódio ocorrido em uma delegacia onde o escrivão não teve a menor sensibilidade à dor de um adolescente.

Durante depoimento o menino, na época com 13 anos, contou ao escrivão que sofria abusos desde os 5 anos e como resposta ouviu que “ele deveria estar gostando porque demorou muito para denunciar”.

Na mesma fala, Ana Paula Rossi relatou casos pedofilia contra recém-nascidos. “Temos diversas ocorrências, inclusive em nossa cidade, de bebês abusados sexualmente, bebês de 7 dias, um mês. É chocante”.

Ana Paula Rossi ainda alertou para a importância de pais e responsáveis fiscalizarem o que seus filhos estão fazendo no computador e com quem se relacionam no ambiente virtual. Eles são alvos fáceis de criminosos. 

“Essa situação é muito mais presente e não faz distinção de classe social ou pessoa. Não basta orientar nossas crianças e adolescentes. Temos que supervisionar. As redes sociais representam um risco absurdo”.

A vereadora, que também é Procuradora Especial da Mulher na Câmara de Osasco, ressaltou que a urgência de atendimento especializado às crianças e jovens vítimas de pedofilia.

Da Redação