• 16/04/2021

Vacina para todos!

 Vacina para todos!

Professora Sônia

Estamos há mais um ano convivendo com um vírus que mudou as nossas vidas. Por medida de segurança ficamos distante de pessoas que amamos, tivemos que interagir mais online que fisicamente, mudamos a nossa rotina, problemas sociais foram acentuados, não pudemos nos despedir de amigos e familiares vitimados pela Covid-19 e escolas foram fechadas. 

O fechamento das escolas em 2020 foi necessário, pois ainda não sabíamos direito como o vírus era propagado, nem todas unidades de ensino tinham condições para atender as medidas de distanciamento entre os alunos, professores e profissionais da educação não sabiam direito como agir nesse momento e muitas das salas de aula não possuem ventilação adequada para circulação de ar. O que inviabilizava atender boa parte das recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) para manter as escolas abertas e, principalmente, garantir a segurança dos alunos, professores e de todas as pessoas que trabalham no ambiente escolar. 

Mas, no dia 24 de março, o governo do estado de São Paulo estabeleceu uma data para o início da vacinação, a partir de 12 de abril, de educadores acima de 47 anos que trabalhem em creches e escolas até o ensino médio nas redes municipal, estadual ou privada de ensino. Uma ação que garantirá a vacinação de 350 mil profissionais da educação, incluindo professores, diretores e inspetores escolares. 

A vacinação para educadores acima de 47 anos é uma vitória da nossa categoria, mas não podemos deixar de cobrar do governo que todas as pessoas envolvidas na educação das nossas crianças, jovens e adultos sejam vacinadas. 

Por isso, o governo deve ampliar a ação, pois a educação é essencial – como outros serviços públicos e privados também são –, e a imunização deve contemplar os professores, diretores, estagiários, merendeiras, seguranças e funcionários terceirizados que atuam na educação municipal, estadual ou privada de todas as idades, pois uma escola depende de todos para funcionar. 

Também não podemos esquecer dos professores universitários, educadores e funcionários que atuam nas secretarias das universidades públicas e privadas, uma vez que são responsáveis pela manutenção da ciência em nosso país. 

Para garantir que essa conquista seja ampliada, estou conversando com o presidente nacional do meu partido, Gilberto Kassab, deputados federais e estaduais, para que juntos possamos formalizar um pedido de implementação de um calendário de imunização que inclua todos os profissionais que atuam na educação no estado de São Paulo.

Só teremos segurança para reabrir escolas com a vacinação de todos!

* Professora Sônia é graduada em história e especialista em geografia, foi vereadora em Carapicuíba entre 2008 e 2012 e coordenou os PATs do estado de São Paulo.