• 26/02/2021

Vereador quer atendimento padrão em todas as UBS

 Vereador quer atendimento padrão em todas as UBS

foto Mari Magdesian

O vereador Michel Figueredo (Patriotas), eleito para seu primeiro mandato na Câmara de Osasco, apresentou Indicação ao prefeito Rogério Lins (Podemos) para que a rede municipal da Saúde mude sua forma de agendamento de consultas.

Hoje, as UBS (Unidades Básicas de Saúde) marcam consultas em horários determinados. Algumas até às 10h, outras até às 11h, mas pouquíssimas o dia inteiro. A proposta do vereador é que sejam agendadas em período integral em todas as UBS.

Esse modelo sugerido por Michel foi implantado, por ele mesmo, na UBS Maria Goretti, no Bela Vista, onde foi gestor por 7 anos. Nesta unidade, o vereador garante que as consultas são marcadas diariamente.

“A pessoa será atendida durante todo o período de funciomento da UBS. Ela sairá de lá sabendo a data da consulta”, explicou. “Outro detalhe essencial, que alteramos na UBS Maria Goretti, foi a marcação do retorno também dos pacientes que precisam fazer exames para se chegar a um diagnóstico. “Ele passa por consulta e é pedido exame de sangue, por exemplo. Ele sai da UBS com o retorno agendado para trazer o exame e passar novamente com o médico”.

A proposta do vereador já foi apresentada à Câmara Municipal e depende da prefeitura para ser implantada. O pedido deve ser encaminhado também ao secretário da Saúde.

O vereador explica que esse atendimento padronizado em todas as UBS irá ajudar inclusive a reduzir a fila de espera por médico especialista. “Você começa a verificar onde tem a deficiência, em qual especialidade e a trabalhar com isso. Nos temos bons médicos e a prefeitura deve abrir em breve outro concurso público para acabar com o déficit atual. A padronização de atendimento nas UBSs e contratação de mais médicos vai dar um salto de qualidade na Saúde do município”, concluiu.

Outra bandeira na Saúde defendida pelo vereador será a redução da fila de espera das mulheres que dependem da Saúde pública para colocação de DIU (dispositivo intrauterino é um pequeno objeto de plástico em formato de T inserido no útero para atuar como contraceptivo). Segundo o parlamentar, essa demora pode chegar a quase um ano em alguns casos. A meta é junto com a prefeitura diminuir essa espera para uns 15 dias. Ele garante que, se for implantado nas UBSs de Osasco o modelo adotado na UBS Maria Goretti, é possível trabalhar com um prazo infinitamente menor.