Vereadores pedem convênio com clínicas particulares para atender idosos

 Vereadores pedem convênio com clínicas particulares para atender idosos

(Divulgação)

Em Osasco a vereadora Lúcia da Saúde (Podemos) apresentou moção de apoio ao Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa. Na tribuna, ela aproveitou para falar de uma indicação apresentada ao prefeito Rogério Lins (Podemos) que pede a realização de convênios com clínicas médicas particulares e/ou profissionais para prestação dos serviços em seus consultórios ou clínicas.

“No programa Mais Saúde para Osasco eu solicito ao prefeito que faça um estudo para credenciar clínicas particulares com o mesmo valor que é cobrado pelo SUS. Quando a gente fala em idoso a gente fala em fila de espera. Através desses credenciamentos nós vamos diminuir o número de idoso que têm AVC ou problemas do coração. Em cima dessa prevenção com consulta com especialistas é possível diminuir o custo para a Saúde”, explicou Lúcia. 

Segundo ela, já houve uma conversa com o prefeito sobre a indicação e uma reunião será marcada com o departamento jurídico da prefeitura para verificar a possibilidade de providenciar esse credenciamento. “O convênio com as clínicas particulares é necessário, senão não vamos sair dessa lista gigante de fila de espera tão cedo”, completou o vereador Carmônio Bastos (Podemos).

Lúcia da Saúde aproveitou seu tempo na tribuna para fez um apelo ao secretário da Saúde, Fernando Machado. “Queria verificar com o nosso secretário se realmente existe um horário para fechar a sala de vacina [contra Covid]. Se tiver mesmo esse horário avise por escrito [no local da vacinação] porque senão a pessoa idosa chega lá e quando chega sua vez ela tem que voltar porque fechou a sala da vacina. Não vamos deixar ela sem vacina”.

Em sua moção, a parlamentar ainda pediu que os gestores públicos se sensibilizem para “capacitar os conselheiros e incentivar a criação dos Fundos Municipais de Pessoa Idosa e de outras doações para fortalecer o financiamento da política do idoso local”.

Sobre os maus tratos sofridos pelos idosos, a vereadora Elsa Oliveira (Podemos) ressaltou a necessidade da denúncia. “Você que conhece alguém que está maltratando o idoso faça a denúncia. Temos uma Delegacia de Proteção ao Idoso na nossa cidade que fica na rua Melvin Jones, 160, Centro. O telefone para denúncia é 3681-2957. Violência contra o idoso é crime”.

Graciela Zabotto