Vizinhas agridem grávida por reclamar de carro parado na frente de casa

Uma mulher grávida de oito meses foi agredida com socos, tapas e puxões de cabelo por vizinhas após pedir para que não colocassem o carro na frente do portão dela. Caso aconteceu no domingo (3), em Itapevi.

Imagens que circulam as redes sociais mostram o momento das agressões. Após uma conversa, a vítima é atingida pelas vizinhas por cerca de 20 segundos, até que outras pessoas as separam. A grávida contou que havia pedido para as vizinhas que não fechassem a garagem para que, caso se sentisse mal, pudesse sair com o carro para ir até o hospital.

Segundo a vítima, as vizinhas são donas de um lava-rápido na região e sempre usam o local para estacionar os carros de clientes. Ela contou, ainda, que como são vizinhas há muito tempo, e por estar no final de sua gestação, nunca imaginou que seria agredida.

A vítima registrou boletim de ocorrência sobre o caso, e foi encaminhada ao IML (Instituto Médico Legal) para ser examinada. (com informações: R7.com.br)

Da Redação