27 de maio de 2024 22:42

Café Sampa celebra Dia do Hambúrguer com 50% de desconto nos combos
PRTB oficializa Pablo Marçal pré-candidato a prefeito de São Paulo
Defesa Civil de Jandira e GCM chegam ao Rio Grande do Sul
Moradora denuncia vazamento de água em Carapicuíba
Trio rouba adega durante madrugada em Carapicuíba; veja vídeo
Vendedores ambulantes ganham espaços fixos na Fazendinha

27 de maio de 2024 22:42

Café Sampa celebra Dia do Hambúrguer com 50% de desconto nos combos
PRTB oficializa Pablo Marçal pré-candidato a prefeito de São Paulo
Defesa Civil de Jandira e GCM chegam ao Rio Grande do Sul
Moradora denuncia vazamento de água em Carapicuíba
Trio rouba adega durante madrugada em Carapicuíba; veja vídeo
Vendedores ambulantes ganham espaços fixos na Fazendinha
25 entidades protestam contra projeto de Tarcísio que cria 6 pedágios na Raposo entre Cotia e SP

Divulgação

Eliane Tafu    -
15 de abril de 2024

Entidades e associações do bairro Butantã, em São Paulo, se uniram para repudiar o projeto “Nova Raposo”, que prevê a instalação de seis pedágios na rodovia Raposo Tavares, no trecho entre Cotia e São Paulo.

O projeto, anunciado pelo governo estadual, tem gerado grande insatisfação na região, principalmente pela falta de consulta pública e pela ausência de alternativas de transporte público de massa.

Em uma reunião online realizada no último domingo (14), com mais de 60 representantes de dezenas de entidades, incluindo a Rede Butantã, a Rede Ambiental Butantã, o CADES Butantã e o Conselho Participativo Municipal, foi definido a criação de um movimento amplo contra o projeto, chamado “Nova Raposo, não!”.

Falta de transparência e impactos ambientais são as principais preocupações

As entidades criticam a falta de transparência por parte do governo do estado, que realizou apenas dois encontros presenciais para apresentar o projeto, ambos com pouca participação da população. Além disso, elas ressaltam que o projeto não oferece alternativas de transporte público de massa, o que impactará negativamente a mobilidade dos moradores da região.

Outro ponto de grande preocupação é o impacto ambiental do projeto, que prevê a supressão de milhares de árvores e a fragmentação de áreas verdes importantes. As entidades defendem a preservação do meio ambiente e a busca por soluções de mobilidade sustentáveis.

Movimento “Nova Raposo, não!” busca barrar o projeto

O movimento “Nova Raposo, não!” pretende mobilizar a população do Butantã e de outras regiões afetadas pelo projeto para barrar sua implementação.

As entidades pretendem realizar ações como abaixo-assinados, protestos e campanhas de conscientização.

“É inaceitável que um projeto dessa magnitude seja feito sem a devida consulta pública e sem considerar os impactos negativos que causará à população e ao meio ambiente”, afirma um dos representantes do movimento. “Vamos lutar com todas as nossas forças para que esse projeto seja cancelado”, completa.

Entidades signatárias do manifesto

Amigos da Mata Esmeralda;

Amigos do Conjunto Residencial Butantã

Associação Amigos Casa do Bandeirante (AACB);

Associação Cultural da Comunidade do Morro do Querosene;

Associação de Moradores do Jardim Christie;

Associação de Moradores da Rua Ministro Costa e Silva e Adjacências;

Associação de Moradores da Comunidade Cidade Nova Piemonteses;

Associação dos Amigos de Alto dos Pinheiros (SAAP);

Associação dos Amigos da Praça João Afonso de Souza Castellano;

AMAPAR – Associação dos Moradores Amigos do Parque Previdência;

AMAPP – Associação dos Moradores e Amigos dos Predinhos de Pinheiros;

Associação Projetos Integrados de Desenvolvimento Socioambiental do Raposo Tavares;

Clube Alto dos Pinheiros;
Coletivo Corredor Ecológico Urbano do Butantã;

Coletivo Ideia Nossa;

Coletivo PQ BT18 – Parque Linear Charque Grande-Ibiraporã;

Comunidade City Pirajussara;

CPM Butantã (Conselho Participativo – Butantã);

Fórum Verde Permanente de parques, praças e áreas verdes;

Movimento Defenda o Parque Previdência
Movimento Defenda SP
Movimento de Moradia Cohab Raposo
Movimento Parque Chácara do Jóquei;

Movimento Parque Linear Caxingui;

Pró-Pinheiros;

Rede Ambiental Butantã (RAB);

Rede Butantã;

Sociedade Amigos da Cidade Jardim, SACJ;

SOS Bicho