29 de fevereiro de 2024 19:38

Juiz solta ladrão que apanhou da vítima após tentativa de roubo de moto no km 39
Osasco registra mais de 305 mil faltosos em consultas médicas
Alunos de Osasco lançam livro para despertar interesse de jovens a empreender
Prefeitura de Osasco entrega reforma do CREAS Sul
Parque Chico Mendes terá aula aberta sobre crise climática
Em Brasília Camila Godoi busca recursos para saúde de Itapevi

29 de fevereiro de 2024 19:38

Juiz solta ladrão que apanhou da vítima após tentativa de roubo de moto no km 39
Osasco registra mais de 305 mil faltosos em consultas médicas
Alunos de Osasco lançam livro para despertar interesse de jovens a empreender
Prefeitura de Osasco entrega reforma do CREAS Sul
Parque Chico Mendes terá aula aberta sobre crise climática
Em Brasília Camila Godoi busca recursos para saúde de Itapevi
AGM Brasil sugere setor de Inteligência nas Guardas Municipais contra pancadões

Divulgação

Graciela Zabotto    -
17 de janeiro de 2024

Em entrevista ao Diário da Região, Reinaldo Monteiro, presidente da Associação das Guardas Municipais do Brasil, disse que nesta semana deve receber o resultado da enquete sobre perturbação do sossego feita no site da AGM para mapear os pontos críticos em cada município da região Oeste da Grande São Paulo.

A enquete perguntava aos moradores onde era comum a realização de “pancadão e baile funk” e também questionava sobre os chamados “rolezinhos”, nome dado à bagunça em via pública com motos barulhentas, principalmente durante a madrugada. Sobre os “rolezinhos”, Reinaldo explicou que uma saída prática seria o treinamento dos Guardas Municipais para averiguação, multa e apreensão do motoqueiro flagrado fazendo arruaça.

Segundo ele, hoje, o Código Brasileiro de Trânsito unificou as competências, ou seja, antes o que era competência somente dos estados agora também passou a ser dos municípios. Em outras palavras, escapamento irregular cabe apreensão e o município pode fazer essa apreensão por meio da Guarda Municipal.

“A prefeitura tem que preparar o guarda municipal para essa fiscalização. Tem que oferecer curso especifico, talão de multa, tudo certinho. E o guarda vai poder fazer a aferição, aplicar a multa e recolher essa moto ao pátio. O que antes era competência do agente se trânsito, agora cabe também à Guarda Municipal”, explicou o presidente da AGM Brasil.

Pancadões e bailes funk

Já quanto aos tópicos da enquete ligados aos pancadões e bailes funk, a AGM Brasil pretende compilar os dados e sentar com os prefeitos da região para propor a criação de um Setor de Inteligência dentro das Guardas Municipais. A enquete vai ajudar a mapear os locais onde acontecem essas perturbações do sossego.

Já o investimento em Inteligência vai permitir que a Guarda Municipal consiga evitar a formação dos pancadões. Seria agir com prevenção e não punição. Depois de organizado a dispersão dos pancadões e bailes funk exigem medidas mais enérgicas por parte das forças policiais, com multa e até prisões aos infratores. O Setor de Inteligência das Guardas Municipais ajudaria detectar o local antes do pancadão ser formado.

“A gente precisa identificar esses pontos porque hoje nós temos muita tecnologia à nossa disposição”, explicou Reinaldo Monteiro. “Investir nessa proposta contra a perturbação de sossego vai ao encontro do que já conseguimos no ano passado, que foi a inclusão dos municípios e Guardas Municipais no Sisbin (Sistema Brasileiro de Inteligência). Essa foi uma conquista da AGM Brasil junto ao governo federal. Conseguimos fazer com que fosse alterado o Decreto sobre o Sistema Brasileiro de Inteligência, então hoje todas as Guardas Municipais do Brasil podem e devem integrar o Sistema Brasileiro de Inteligência”, finalizou Monteiro.