17 de julho de 2024 12:35

Cães sem água e sem comida há dias são resgatados em Osasco
Prefeitura de Osasco faz testagem de hepatites B e C
Veja imagem de ladrões de se rendendo após perseguição pela GCM
Bairros da Zona Norte vão ganhar três pontes em agosto
Ecopontos recolhem mil toneladas de resíduos por mês
"Carga Segura" vistoria 35 caminhões e multa 10 motoristas

17 de julho de 2024 12:35

Cães sem água e sem comida há dias são resgatados em Osasco
Prefeitura de Osasco faz testagem de hepatites B e C
Veja imagem de ladrões de se rendendo após perseguição pela GCM
Bairros da Zona Norte vão ganhar três pontes em agosto
Ecopontos recolhem mil toneladas de resíduos por mês
"Carga Segura" vistoria 35 caminhões e multa 10 motoristas
Alphaville conquista dois pódios no Brasileiro de Rally

Claudiney Sandro

Da redação     -
14 de setembro de 2020

Terminou neste domingo (13), em Mossoró, Rio Grande do Norte, a 22ª edição do Rally RN1500, prova de quatro dias do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country que largou na quinta-feira (13) de Campina Grande, na Paraíba. Após completarem todo o roteiro de 986 quilômetros, sendo 764 de Especiais (trechos cronometrados), dois pilotos da equipe de Alphaville, Bianchini Rally/Power Husky,subiram ao pódio.

Com a Husqvarna FE450, CristhianoPressiterminou em 5º na Production (MT2) e 13º na geral, e Marcos Colveroficou com a 4º posição na Over 45 (MOV) e 19º na geral. Trinta e cinco motos participaram da prova, além de 41 UTVs e 12 carros.

No domingo, na quarta etapa, a Especial foi entre Mossoró x Assú x Porto do Mangue x Areia Branca x Mossoró, com aproximadamente 200 quilômetros. Pressi manteve um bom ritmo de prova e fechou em 9º na geral, além da 5ª posição na Production (MT2), ao completar a Especial em 2h54m16s. Já Colvero fez o último dia, em 3h03m22s, em 5º na Over 45 (MOV) e 17ª na geral.

Pressi fez um balanço positivo de seu primeiro RN1500: “Um rali diferente de tudo que já fiz, muito técnico, exigente, mas foi uma experiência muito legal. Os dois primeiros dias foram bem duros, muitas pedras, trial, trechos estreitos e acabei machucando o joelho, mas da terceira etapa em diante pude abrir mais e a Husqvarna também tem motor forte e teve um desempenho excelente.”

Já Colvero completou em 4º o RN1500. “Agradeço o trabalho da equipe de apoio que foi nota mil. O fato de ter uma equipe como a Bianchini Rally, com toda sua estrutura e experiência, te permite a ir com toda a tranquilidade focando apenas na prova”, elogiou sobre o time comandado por Fabrício Bianchini, piloto e chefe de equipe, morador de Alphaville.

“Todos estão de parabéns, independentemente de terem subido ao pódio ou não, foi uma das edições mais desafiantes e exigentes da história da prova”, diz Bianchini que neste ano não disputou o rali mas já fez várias edições e foi Campeão em 2018, nos carros (T-REX), na categoria  Protótipos T1.