16 de abril de 2024 22:44

Frente fria chega na quinta com chuva e mínima de 12°C
Pavimentação asfáltica da Transversal Norte é entregue
Sete são trancados em banheiro durante assalto a salão de beleza
Professor usa golpe de jiu-jitsu para conter aluno em escola de Itapevi
Motoboy morre após carro derrapar em óleo na pista e acertá-lo de frente.
PM prende bandido com extensa ficha criminal por roubo de veículos

16 de abril de 2024 22:44

Frente fria chega na quinta com chuva e mínima de 12°C
Pavimentação asfáltica da Transversal Norte é entregue
Sete são trancados em banheiro durante assalto a salão de beleza
Professor usa golpe de jiu-jitsu para conter aluno em escola de Itapevi
Motoboy morre após carro derrapar em óleo na pista e acertá-lo de frente.
PM prende bandido com extensa ficha criminal por roubo de veículos
Alphaville conquista dois pódios no Brasileiro de Rally

Claudiney Sandro

Sergio Redator    -
14 de setembro de 2020

Terminou neste domingo (13), em Mossoró, Rio Grande do Norte, a 22ª edição do Rally RN1500, prova de quatro dias do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country que largou na quinta-feira (13) de Campina Grande, na Paraíba. Após completarem todo o roteiro de 986 quilômetros, sendo 764 de Especiais (trechos cronometrados), dois pilotos da equipe de Alphaville, Bianchini Rally/Power Husky,subiram ao pódio.

Com a Husqvarna FE450, CristhianoPressiterminou em 5º na Production (MT2) e 13º na geral, e Marcos Colveroficou com a 4º posição na Over 45 (MOV) e 19º na geral. Trinta e cinco motos participaram da prova, além de 41 UTVs e 12 carros.

No domingo, na quarta etapa, a Especial foi entre Mossoró x Assú x Porto do Mangue x Areia Branca x Mossoró, com aproximadamente 200 quilômetros. Pressi manteve um bom ritmo de prova e fechou em 9º na geral, além da 5ª posição na Production (MT2), ao completar a Especial em 2h54m16s. Já Colvero fez o último dia, em 3h03m22s, em 5º na Over 45 (MOV) e 17ª na geral.

Pressi fez um balanço positivo de seu primeiro RN1500: “Um rali diferente de tudo que já fiz, muito técnico, exigente, mas foi uma experiência muito legal. Os dois primeiros dias foram bem duros, muitas pedras, trial, trechos estreitos e acabei machucando o joelho, mas da terceira etapa em diante pude abrir mais e a Husqvarna também tem motor forte e teve um desempenho excelente.”

Já Colvero completou em 4º o RN1500. “Agradeço o trabalho da equipe de apoio que foi nota mil. O fato de ter uma equipe como a Bianchini Rally, com toda sua estrutura e experiência, te permite a ir com toda a tranquilidade focando apenas na prova”, elogiou sobre o time comandado por Fabrício Bianchini, piloto e chefe de equipe, morador de Alphaville.

“Todos estão de parabéns, independentemente de terem subido ao pódio ou não, foi uma das edições mais desafiantes e exigentes da história da prova”, diz Bianchini que neste ano não disputou o rali mas já fez várias edições e foi Campeão em 2018, nos carros (T-REX), na categoria  Protótipos T1.