21 de maio de 2024 04:15

Sindicato pede que Estado fiscalize aumento abusivo de arroz, feijão, leite e óleo
Santana de Parnaíba terá Batalha dos Assadores pela primeira vez
Usuária de droga agride "amigo do crack" com marreta
Bandido condenado a 6 anos é preso em calçada no Portal D'Oeste
Jovem é confundido com bandido durante brincadeira de "polícia e ladrão"
Motoqueiros armados rendem vítimas para roubar aliança

21 de maio de 2024 04:15

Sindicato pede que Estado fiscalize aumento abusivo de arroz, feijão, leite e óleo
Santana de Parnaíba terá Batalha dos Assadores pela primeira vez
Usuária de droga agride "amigo do crack" com marreta
Bandido condenado a 6 anos é preso em calçada no Portal D'Oeste
Jovem é confundido com bandido durante brincadeira de "polícia e ladrão"
Motoqueiros armados rendem vítimas para roubar aliança
Arthur Scara diz que vereador Emerson deveria ser punido por invasão do MTST

Fotos: Eliane Tafu

Da redação     -
14 de maio de 2024

Em entrevista ao Diário da Região, Arthur Scara, pré-candidato da direita a vereador em Osasco, declarou achar um absurdo o vereador Emerson não ser punido pela tentativa de ocupação de um terreno em Osasco no dia 21 de janeiro.

Na época, 600 pessoas em dez ônibus ocuparam um terreno na rua Luiz Guilherme de Carvalho, próximo ao número 10, na Vila Menck, Zona Norte. Todos são integrantes do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) e muitos vieram de outros municípios.

O vereador Emerson de Osasco acompanhou a invasão. Ele é amigo de Guilherme Boulos, líder político dos sem teto e pré-candidato a prefeito de São Paulo. Ação rápida da Polícia Militar, Guarda Civil Municipal e Prefeitura de Osasco impediu que o assentamento fosse formado.

Segundo Arthur Scara, o vereador Emerson merecia punição por parte da Câmara Municipal porque é inadmissível um parlamentar participar de uma ação como essa.

“A gente olha a Câmara dos Vereadores hoje e o que a gente pode falar de destaque ali? Quem representa de fato a população? A gente não vê isso. Vou dar um exemplo. O vereador Emerson de Osasco, que participou de uma invasão de terras aqui na cidade trazendo militantes do MTST de fora da cidade pra cá em mais, ele não sofreu qualquer punição na Câmara dos Vereadores, então, se eu estivesse lá, com certeza o cenário seria diferente”, explicou ao dizer que será um vereador independente caso seja eleito.

Mesmo integrando o grupo político do pré-candidato Gerson Pessoa (Podemos), o integrante do MBL (Movimento Brasil Livre) Arthur Scara garante postura independente no Legislativo. O deputado Gerson Pessoa lidera as pesquisas de intenção de voto para prefeito de Osasco nas eleições deste ano.

“Como sou do MBL e o meu vínculo é com esse grupo político, eu sou independente. Então não tenho medo de fiscalizar e de falar o que eu estou vendo porque as pessoas que me acompanham são críticos e cobram isso de mim”.