23 de maio de 2024 22:52

Governo aprova instalar Instituto Federal em prédio da Unifesp no Jardim das Flores
Osasco inicia semana que vem construção da Escola do Futuro
AtivOz explica o que é escola cívico-militar e repudia violência na votação
Sequestradores mandaram padre urinar e defecar na calça
Mulher grávida de 4 meses participou de sequestro de padre em Osasco
Polícia estoura cativeiro e liberta padre em Osasco

23 de maio de 2024 22:52

Governo aprova instalar Instituto Federal em prédio da Unifesp no Jardim das Flores
Osasco inicia semana que vem construção da Escola do Futuro
AtivOz explica o que é escola cívico-militar e repudia violência na votação
Sequestradores mandaram padre urinar e defecar na calça
Mulher grávida de 4 meses participou de sequestro de padre em Osasco
Polícia estoura cativeiro e liberta padre em Osasco
Bruno Lima pede a Doria terceirização de serviços para ter mais policiais nas ruas

Divulgação

dev    -
18 de setembro de 2020

O deputado estadual e delegado Bruno Lima solicitou ao governador João Doria que terceirize atividades não essenciais realizadas nas Delegacias de Polícia como, por exemplo, registro de ocorrência sem flagrante e guarda patrimonial.

O pedido foi oficializado em Indicação protocolada na Assembleia Legislativa. O objetivo é liberar policiais civis para atuarem em investigação e solução de crimes no estado.

Para justificar sua proposta, Bruno Lima apresentou dados divulgados pelo Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo.

De acordo com o Defasômetro, em agosto, foram contabilizados 14088 cargos vagos vinculados às carreiras da polícia civil.

Bruno Lima ainda citou o Posto Avançado de Atendimento e Orientação ao Consumidor, uma parceria do governo estadual com o Procon-SP onde a proposta é ‘desafogar’ algumas demandas que são originalmente destinadas à delegacia.

Para o secretário de Defesa do Consumidor, Fernando Capez, a parceria com a SSP é uma vitória já que muitas vezes o cidadão procura a polícia com situações “não criminais” que são de competência de um órgão de defesa do consumidor.

“O poder público está perquirindo novos meios de assistir à população, uma alternativa rápida e eficaz é a terceirização das atividades não essenciais da Polícia Civil em favor da iniciativa privada, garantindo a prestação de serviço por meio da descentralização das atividades não essenciais, otimizando a eficiência e protegendo o erário”, finalizou o parlamentar.