17 de junho de 2024 11:45

Carapicuíba será 1° da região a ter escola do estado sob gestão da iniciativa privada
"Nosso objetivo é um só, é colocar vagabundo atrás das grades", diz Derrite
Câmara aprova R$ 77 milhões para reurbanização do Rochdale
Maior operação policial da América Latina prende 24 pessoas em Osasco
Polícia Militar apreende 8 kg de drogas no Jaguaribe
Teco Godoy se filia ao Podemos em Itapevi

17 de junho de 2024 11:46

Carapicuíba será 1° da região a ter escola do estado sob gestão da iniciativa privada
"Nosso objetivo é um só, é colocar vagabundo atrás das grades", diz Derrite
Câmara aprova R$ 77 milhões para reurbanização do Rochdale
Maior operação policial da América Latina prende 24 pessoas em Osasco
Polícia Militar apreende 8 kg de drogas no Jaguaribe
Teco Godoy se filia ao Podemos em Itapevi
DEIC "estoura" mega galpão com peças de carro sem nota fiscal em Osasco

Divulgação

Da redação     -
24 de maio de 2024

Policiais do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais) em conjunto com agentes do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) realizam operação em um grande depósito de vendas de peças para veículos importados. A comercialização é feita utilizando sites especializados em e-commerce.

A ação teve início na manhã desta quinta-feira (23) em Osasco. As equipes encontraram milhares de itens sem documentação. Inclusive para equipar esportivos de luxo como Ferrari, Porsche e Ford Mustang. Os produtos vão desde faróis até motores. O responsável acabou detido.

A operação é uma ofensiva da 1ª Delegacia Divecar (Investigações sobre Roubo e Furto de Veículos) e do Detran contra o comércio ilegal de peças alimentado pela receptação, roubo, furto e falsificação. As informações indicaram um esquema de vendas para o Brasil por meio de sites especializados na Internet.

O depósito está instalado na rua Maria Carmem Panica, no bairro de Presidente Altino. No local estão armazenadas grande diversidade de produtos. As mercadorias novas e usadas estão misturadas.

Também peças de comercialização proibida por serem retiradas de automóveis sinistrados como freios e amortecedores.

Os policiais recolheram caixas falsificadas para embalar as peças com as logomarcas das principais montadoras nacionais e internacionais. Há a suspeita de falsificação de produtos. O material será apreendido.

Representantes das marcas estão sendo acionados para constatar a falsificação. O responsável pelo esquema responde por crimes contra as relações de consumo.