29 de fevereiro de 2024 18:49

Juiz solta ladrão que apanhou da vítima após tentativa de roubo de moto no km 39
Osasco registra mais de 305 mil faltosos em consultas médicas
Alunos de Osasco lançam livro para despertar interesse de jovens a empreender
Prefeitura de Osasco entrega reforma do CREAS Sul
Parque Chico Mendes terá aula aberta sobre crise climática
Em Brasília Camila Godoi busca recursos para saúde de Itapevi

29 de fevereiro de 2024 18:49

Juiz solta ladrão que apanhou da vítima após tentativa de roubo de moto no km 39
Osasco registra mais de 305 mil faltosos em consultas médicas
Alunos de Osasco lançam livro para despertar interesse de jovens a empreender
Prefeitura de Osasco entrega reforma do CREAS Sul
Parque Chico Mendes terá aula aberta sobre crise climática
Em Brasília Camila Godoi busca recursos para saúde de Itapevi
Para Mazé os CEUs trouxeram Marta de volta ao PT

Divulgação

https://youtu.be/oCgreXasjng     -
31 de janeiro de 2024

Integrante do diretório municipal do PT de Osasco e pré-candidata a vereadora, a professora Mazé Favarão disse, em entrevista ao Diário da Região, que a volta de Marta Suplicy ao Partido dos Trabalhadores divide opiniões. Um dos motivos seria a forma como a ex-prefeita de São Paulo deixou o PT.

“A volta de Marta não está sendo uma coisa tranquila dentro do partido. Divide bastante opinião notadamente pela maneira que ela saiu do PT. Uma maneira agressiva, desrespeitosa e que acabou jogando água no moinho de quem queria destruir o partido”, comentou Mazé.

Em abril de 2015, então ocupando o cargo de Senadora, Marta entregou à legenda sua carta de desfiliação alegando que não tinha como conviver com os escândalos de corrupção que envolvia o partido na época.

Dois pontos, na análise de Mazé, pesaram para o retorno de Marta: ela ainda é um nome querido na periferia e foi a ‘mãe’ do CEU (Centro de Educação Unificado), um projeto de escola com teatro, piscina e atividades extracurriculares de lazer e cultura mantendo o aluno na escola em período integral.

“O que consegui saber das altas cúpulas [do partido] é que a Marta tem uma representação relativamente forte nas periferias, ainda tem um recall do que fez, especialmente pela criação dos isso seria o acréscimo”, avaliou.

Marta volta ao PT para compor a chapa majoritária como vice de Guilherme Boulos (Psol) na disputa pela prefeitura de São Paulo. “Cabia ao PT a indicação para a vice e havia uma orientação bastante forte de que fosse uma mulher”, revelou Mazé.

Existe um ditado popular que diz que figurinha repetida não completa álbum. Questionada se o PT estaria tentando completar um álbum com uma figurinha repetida que, no caso, é a Marta Suplicy, a professora Mazé Favarão criou uma ‘releitura’ ao ditado: “Seria uma figurinha repetida, mas com tonalidade diferente”, finalizou.

O evento que marca a volta de Marta Suplicy ao PT está marcado para acontecer na próxima sexta-feira (2).