12 de junho de 2024 13:39

Teco Godoy se filia ao Podemos em Itapevi
Em um ano Santana de Parnaíba registra queda de 100% em homicídio doloso
Confira o que abre e fecha em Osasco no feriado de Santo Antônio
"Muralha Paulista" coloca 1700 policiais e 500 viaturas nas ruas de Osasco
Parque inflável da Hello Kitty abre as portas dia 15 no Shopping Tamboré
Carapicuíba inicia aplicação da nova vacina contra Covid-19

12 de junho de 2024 13:39

Teco Godoy se filia ao Podemos em Itapevi
Em um ano Santana de Parnaíba registra queda de 100% em homicídio doloso
Confira o que abre e fecha em Osasco no feriado de Santo Antônio
"Muralha Paulista" coloca 1700 policiais e 500 viaturas nas ruas de Osasco
Parque inflável da Hello Kitty abre as portas dia 15 no Shopping Tamboré
Carapicuíba inicia aplicação da nova vacina contra Covid-19
Em quatro anos prefeito de Carapicuíba deixa de ser pardo e passa a ser branco

(Foto Maranhão)

dev    -
25 de setembro de 2020

Quatro anos foram suficientes para fazer o prefeito de Carapicuíba, Marcos Neves, mudar de cor. Pelo menos é o que consta em sua declaração de cor para as eleições deste ano. Segundo reportagem publicada no jornal Folha de S. Paulo, Marcos Neves, que em 2016 era pardo, em 2020 se declarou branco.

Cerca de 21 mil candidatos que disputarão as eleições, em novembro, para prefeito ou vereador mudaram suas declarações de cor e raça. De acordo com a reportagem, uma das justificativas para essa mudança é que os partidos têm sido pressionados a ampliar a representatividade de negros nas urnas, inclusive com fixação de cota na distribuição de recursos. Levantamento aponta, ainda, que a maior parte da mudança – 36% do total – foi da cor branca para a parda. Já 30% declararam que passaram de pardo para branco.

“Tem ocorrido situações em que pessoas começam a se reconhecer enquanto a condição étnica que antes não se identificavam. Mas teve aí recentemente a decisão sobre a alocação de recursos [com cotas para negros] e é preciso ver se houve uma onda de alterações [na identificação]”, explicou o cientista político da FGC, Marco Antônio Teixeira, à reportagem da Folha.

Eleito pelo PV Marcos Neves também mudou de partido este ano. Filiado ao PSDB, o tucano é candidato à reeleição. Em 2016 ele foi eleito com 102.287 votos, o que corresponde a 56,85% dos votos válidos para a disputa. Naquela eleição, ele disputou com mais seis candidatos. Neste ano, a briga pela cadeira do Executivo não deve ser diferente. Além da professora Sônia, que disputa novamente a prefeitura; Néia Costa, vereadora de oposição cuja chapa majoritária é formada só de mulheres; e Sérgio Ribeiro, ex-prefeito em Carapicuíba por dois mandatos; Neves vai encarar mais seis adversários.