15 de junho de 2024 10:07

Carapicuíba será 1° da região a ter escola do estado sob gestão da iniciativa privada
"Nosso objetivo é um só, é colocar vagabundo atrás das grades", diz Derrite
Câmara aprova R$ 77 milhões para reurbanização do Rochdale
Maior operação policial da América Latina prende 24 pessoas em Osasco
Polícia Militar apreende 8 kg de drogas no Jaguaribe
Teco Godoy se filia ao Podemos em Itapevi

15 de junho de 2024 10:07

Carapicuíba será 1° da região a ter escola do estado sob gestão da iniciativa privada
"Nosso objetivo é um só, é colocar vagabundo atrás das grades", diz Derrite
Câmara aprova R$ 77 milhões para reurbanização do Rochdale
Maior operação policial da América Latina prende 24 pessoas em Osasco
Polícia Militar apreende 8 kg de drogas no Jaguaribe
Teco Godoy se filia ao Podemos em Itapevi
A história da morte de Daniella Perez ganha vida na Série

Divulgação

Mari Magdesian    -
23 de setembro de 2021

A história da morte de Daniella Perez, atriz que foi assassinada aos 22 anos por Guilherme de Pádua, seu par romântico na novela “De corpo e alma”, vai virar série. O projeto terá depoimentos da mãe da artista, a autora Glória Perez, além de amigos, como Fábio Assunção, Claudia Raia, e do então marido Raul Gazolla. Para a diretora do projeto, a obra vai discutir temas importantes da sociedade e também quer ajudar a fazer justiça.

“Essa série trata de tópicos importantes como feminicídio, a culpabilização da vítima, do circo midiático, dos detalhes do crime, entre outros, mas sobretudo conta a história da luta de uma mãe, que mesmo depois de 30 anos, continua lutando como uma leoa. Vamos de mãos dadas dar a nossa Dany a justiça que ela tanto merece”, disse, no Instagram, Tatiana Issa, a diretora do projeto que irá ao ar na HBO Max em 2022.

A cineasta, que começou como atriz, conheceu Daniella de perto. E tem uma relação com Glória Perez. 

“Essa série é uma declaração de amor à Glória Perez. Uma mulher guerreira, uma mãe que nunca desistiu de lutar pela justiça da filha assassinada de forma tão brutal. Uma mulher que conseguiu mudar uma lei no país pela sua força e dor imensurável”, escreveu. (yahoo.com)